www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Segunda-feira, 7 de Abril de 2008

2ªfeira, 07 de Abril - III Páscoa - III Saltério

1ª Leitura (Actos dos Apóstolos 6,8-15)



Cheio de graça e força, Estêvão fazia extraordinários milagres e prodígios entre o povo.

Ora, alguns membros da sinagoga, chamada dos libertos, dos cireneus, dos alexandrinos e dos da Cilícia e da Ásia, vieram para discutir com Estêvão; mas era-lhes impossível resistir à sabedoria e ao Espírito com que ele falava.

Subornaram, então, uns homens para dizerem: «Ouvimo-lo proferir palavras blasfemas contra Moisés e contra Deus.»

Provocaram, assim, a ira do povo, dos anciãos e dos escribas; depois, surgindo-lhe na frente, arrebataram-no e levaram-no ao Sinédrio.

Aí, apresentaram falsas testemunhas que declararam: «Este homem não cessa de falar contra este Lugar Santo e contra a Lei, pois ouvimo-lo afirmar que Jesus, o Nazareno, destruiria este lugar e mudaria as regras que Moisés nos legou.»

Todos os membros do Sinédrio tinham os olhos fixos nele e viram que o seu rosto era como o rosto de um Anjo.




Evangelho ( João 6,22-29.)

No dia seguinte, a multidão que ficara do outro lado do lago reparou que ali não estivera mais do que um barco, e que Jesus não tinha entrado no barco com os seus discípulos, mas que estes tinham partido sozinhos.

Entretanto, chegaram outros barcos de Tiberíades até ao lugar onde tinham comido o pão, depois de o Senhor ter dado graças.

 Quando viu que nem Jesus nem os seus discípulos estavam ali, a multidão subiu para os barcos e foi para Cafarnaúm à procura de Jesus.

Ao encontrá-lo no outro lado do lago, perguntaram-lhe: «Rabi, quando chegaste cá?»

Jesus respondeu-lhes: «Em verdade, em verdade vos digo: vós procurais-me, não por terdes visto sinais miraculosos, mas porque comestes dos pães e vos saciastes.

Trabalhai, não pelo alimento que desaparece, mas pelo alimento que perdura e dá a vida eterna, e que o Filho do Homem vos dará; pois a este é que Deus, o Pai, confirma com o seu selo.»

Disseram-lhe, então: «Que havemos nós de fazer para realizar as obras de Deus?»

Jesus respondeu-lhes: «A obra de Deus é esta: crer naquele que Ele enviou.»

 

 

A PALAVRA HOJE

 

Estêvão, primeiro Diácono da Igreja nascente, encontra-se em julgamento falso, mas mantém a serenidade que lhe advém do facto real de ter acreditado com o coração em Jesus de Nazaré, Ressuscitado de verdade de entre os mortos.

Notamos a maldade daqueles cujas leis e tradições há muito, desde o nascimento de Jesus, foram plenificadas e tomaram nova sentido. Todavia, não querendo perceber a realidade que acontece no seio da comunidade, preferem agarrar-se ás suas “verdades”, que estão conformes o seu bel prazer, e recusam aceitar Jesus, ou pelo menos, querer começar a acreditar. Mas preferem silenciar a voz da verdade.

Estêvão mantém-se firme nas suas convicções! É um bom exemplo para pensarmos na nossa adesão a Jesus: em que medida, e com que convicções?!

Testemunhamos Jesus e praticamos na vida as suas obras, mesmo que o mundo invente e conspire sobre nós e a Igreja?!

No Evangelho Jesus fala desta mesma adesão! O que significa?!

Significa que as coisas do alto são muito mais valiosas e válidas, do que as coisas vãs e temporais deste mundo.

Tal como a multidão queria um Profeta milagreiro que lhes saciasse as necessidades da altura, sem, á partida, grandes compromissos, muitas vezes também nós seguimos (ou não) Jesus, por necessidades banais, de interesses pessoais, sem aceitar o compromisso que é consequência positiva desta aceitação – sermos cristãos a valer, destemidos para o testemunho nas nossas vidas, com obras e palavras.

Jesus percebeu muito bem o interesse da multidão por Ele, não condenou mas rectificou.

Será que a procura do “pão e das coisas que não perecem” encontram espaço nos nossos corações e acção nas nossas mãos?!

Deus abençoe a nossa semana!

* às 11:00

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!