www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

14 de Janeiro - Tempo Comum - Ano B

LEITURA I                                   Hebr 2, 14-18

 

 

«Devia tornar-Se semelhante em tudo aos seus irmãos,

para ser misericordioso»

 

 

Uma vez que os filhos dos homens têm o mesmo sangue e a mesma carne, também Jesus participou igualmente da mesma natureza, para destruir, pela sua morte, aquele que tinha poder sobre a morte, isto é, o diabo, e libertar aqueles que estavam a vida inteira sujeitos à servidão, pelo temor da morte. Porque Ele não veio em auxílio dos Anjos, mas dos descendentes de Abraão. Por isso devia tornar-Se semelhante em tudo aos seus irmãos, para ser um sumo sacerdote misericordioso e fiel no serviço de Deus, e assim expiar os pecados do povo. De facto, porque Ele próprio foi provado pelo sofrimento, pode socorrer aqueles que sofrem provação.

 

Palavra do Senhor

 

 

EVANGELHO                                   Mc 1, 29-39

 


«Curou muitas pessoas, atormentadas por várias doenças»

 

 

Naquele tempo, Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, a casa de Simão e André. A sogra de Simão estava de cama com febre e logo Lhe falaram dela. Jesus aproximou-Se, tomou-a pela mão e levantou-a. A febre deixou-a e ela começou a servi-los. Ao cair da tarde, já depois do sol-posto, trouxeram-Lhe todos os doentes e possessos e a cidade inteira ficou reunida diante da porta. Jesus curou muitas pessoas, que eram atormentadas por várias doenças, e expulsou muitos demónios. Mas não deixava que os demónios falassem, porque sabiam quem Ele era. De manhã, muito cedo, levantou-Se e saiu. Retirou-Se para um sítio ermo e aí começou a orar. Simão e os companheiros foram à procura d’Ele e, quando O encontraram, disseram-Lhe: «Todos Te procuram». Ele respondeu-lhes: «Vamos a outros lugares, às povoações vizinhas, a fim de pregar aí também, porque foi para isso que Eu vim». E foi por toda a Galileia, pregando nas sinagogas e expulsando os demónios.

 

Palavra da salvação

 



Homilia Diária

 

O ser humano por natureza, gosta de duvidar de tudo. Numa sociedade como a nossa, onde as ciências são as tutoras de todos os assuntos, a religião e a fé a ela ligada, não ficam  á margem. Ora, isso desperta no homem crente, a vontade ainda que inconsciente, de justificar “por A+B” os seus actos, que possam estar em desacordo com o Evangelho.

Por exemplo, para quem acha que Jesus conseguiu passar no mundo sem nenhuma contradição humana, como a dor, ou a lágrima, ou a fome, ou a sede, etc, etc.

Vulgarmente encontro e falo com pessoas que me vão falando das suas vidas, e quando as coisas menos boas e mesmo as boas surgem, costumo dizer: “Olhe como Jesus fez, e faça-o também!”. A resposta é quase sempre: “Mas Jesus era Jesus, o filho de Deus, e eu não”.

Acredito que você esteja também a aceitar esta resposta, mas ela eé inválida para o crente, por uma razão muito simples: foi Jesus quem disse: “Se tivésseis fé, faríeis milagres maiores que os meus”. Então, parece que algo nos ficou falhando na fé, não?! Mas Jesus também acrescentou: “mas a vossa fé é pequena – homens de pouca fé!”, e tudo isto porque somos muitos duvidosos de tudo, e o Cristo não escapa a estas duvidas. Mas precisa acreditar com o coração, não só com a inteligência.

Voltando á resposta que me foi dada, penso ainda que segundo a Escritura, Jesus também chorou a morte de Lázaro; também sentiu sede junto ao poço com a samaritana; também sentiu medo, no horto das Oliveiras…então não era Filho de Deus?!

E quando conseguirmos dizer: “é verdade, eu duvidei”, poderemos passar então para a lição do Evangelho – deixar-se evadir pela força que dimana do coração de Cristo, e ser curado. Não diz do quê, pelo que, curará tudo. Basta querer!

E devemos finalmente reter uma sugestão: o retirar-se para orar. Hoje falta muita oração no mundo. E nós vemos isso pelas desgraças que vão acontecendo aqui e além fronteiras. Isso é falta de uma oração, verdadeira, QUE IMPLICA A VIDA PRÁTICA. Temos tempo para tantas coisas, não temos um tempo para Deus?! Somos assim tão auto-suficientes?!

Peçamos pela paz nos nossos corações, e também pela paz em Israel. Façamos os nossos pedidos na capela virtual, e supliquemos insistentemente a Deus, por este dom tão precioso que é a PAZ!

 

* às 10:46

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!