www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

6 de Março - IV Quaresma - IV Saltério

I Leitura (Êxodo 32,7-14).



O Senhor disse a Moisés: «Vai, desce, porque o teu povo, aquele que tiraste do Egipto, está pervertido.

Desviaram-se bem depressa do caminho que lhes prescrevi.

Fizeram um bezerro de metal fundido, prostraram-se diante dele, ofereceram-lhe sacrifícios e disseram: «Israel, aqui tens o teu deus, aquele que te fez sair do Egipto.»

O Senhor prosseguiu: «Vejo bem que este povo é um povo de cerviz dura.

Agora, deixa-me; a minha cólera vai inflamar-se contra eles e destruí-los-ei. Mas farei de ti uma grande nação.»

Moisés implorou ao Senhor, seu Deus, dizendo-lhe: «Porquê, Senhor, a tua cólera se inflamará contra o teu povo, que fizeste sair do Egipto com tão grande poder e com mão tão poderosa?

 Não é conveniente que se possa dizer no Egipto: ‘Foi com má intenção que Ele os fez sair, foi para os matar nas montanhas e suprimi-los da face da Terra!’ Não te deixes dominar pela cólera e abandona a decisão de fazer mal a este povo.

Recorda-te de Abraão, de Isaac e de Israel, teus servos, aos quais juraste por ti mesmo: tornarei a vossa descendência tão numerosa como as estrelas do céu e concederei à vossa posteridade esta terra de que falei, e eles hão-de recebê-la como herança eterna.»

 E o Senhor arrependeu-se das ameaças que proferira contra o seu povo.




Evangelho (João 5,31-47).

«Se Eu testemunhasse a favor de mim próprio, o meu testemunho não teria valor; há outro que testemunha em favor de mim, e Eu sei que o seu testemunho, favorável a mim, é verdadeiro.

Vós enviastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade.
Não é, porém, de um homem que Eu recebo testemunho, mas digo-vos isto para vos salvardes.

João era uma lâmpada ardente e luminosa, e vós, por um instante, quisestes alegrar-vos com a sua luz.

Mas tenho a meu favor um testemunho maior que o de João, pois as obras que o Pai me confiou para levar a cabo, essas mesmas obras que Eu faço, dão testemunho de que o Pai me enviou.

 E o Pai que me enviou mantém o seu testemunho a meu favor. Nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu rosto, nem a sua palavra permanece em vós, visto não crerdes neste que Ele enviou.

Investigai as Escrituras, dado que julgais ter nelas a vida eterna: são elas que dão testemunho a meu favor.

Vós, porém, não quereis vir a mim, para terdes a vida!
Eu não ando à procura de receber glória dos homens;
a vós já vos conheço, e sei que não há em vós o amor de Deus.

Eu vim em nome de meu Pai, e vós não me recebeis; se outro viesse em seu próprio nome, a esse já o receberíeis.

 Como vos é possível acreditar, se andais à procura da glória uns dos outros, e não procurais a glória que vem do Deus único?

Não penseis que Eu vos vou acusar diante do Pai; há quem vos acuse: é Moisés, em quem continuais a pôr a vossa esperança.

 De facto, se acreditásseis em Moisés, talvez acreditásseis em mim, porque ele escreveu a meu respeito.

Mas, se vós não acreditais nos seus escritos, como haveis de acreditar nas minhas palavras?»

 

 

A PALAVRA HOJE

 

   Não penseis que Eu vos vou acusar diante do Pai; há quem vos acuse: é Moisés, em quem continuais a pôr a vossa esperança.

   Moisés cumpriu a missão que por Deus lhe foi confiada. Todos acreditam, porque a par dos seus sinais – dados por Deus- o povo acreditou e aderiu á Aliança do Sinai.

Jesus que vem do Pai, Aquele por cuja acção Moisés operou maravilhas, não é recebido nem acreditado como seu Filho.

Ora, sem Deus não há prodígios. O homem por si só nada pode. Aliás, o próprio Jesus a este respeito adiantou: “Sem Mim, nada podeis fazer”.

Jesus faz apenas o que o Pai manda, para que vendo obras maiores que qualquer Profeta possa alguma vez ter feita (curar, ressuscitar, transformar água em vinho, ascender aos céus- Ele mesmo), acreditem que Ele vem de Deus.

A problemática é que muitas vezes, senão todas, o povo estava apegado ás obras daqueles que aceitaram ter vindo da parte de Deus, obras estas que eram manifestações divinas, e não deles mesmos, e no entanto, não aceitam as obras de Jesus, maiores que as dos seus antecessores, e que por acaso, eram meros homens, embora inspirados, ao passo que Jesus, sendo Filho de Deus, é homem e Deus, simultaneamente.

O apego que muitas vezes nós mesmos colocamos nas coisas do mundo, impedem-nos tantas outras de rever em Jesus a autoridade e a força, primeira e última, para operar prodígios naquele que for, desde que seja para nossa bem e nossa salvação.

O povo de Deus voltou-se para o bezerro de oiro, sedento de materializar o seu Deus, nós voltamo-nos para superficialidades que aparentemente saciam a nossa fome do divino, mas que, como diz o Papa na sua última Encíclica, depois de saciados, constatamos que o vazio mantêm-se com uma particularidade – o fosso é ainda maior.

Procuremos pois, purificar os nossos corações e as nossas intenções, e busquemos na fonte da Verdade, Jesus Cristo, a resposta total e única, aos nossos desejos do divino.

* às 07:00

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!