www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

03 de Dezembro - I Advento - Ano B

LEITURA I                                                             Is 25, 6-10a

 

 

«O Senhor convida para o seu banquete

e enxuga as lágrimas de todas as faces»

 

 

Sobre este monte, o Senhor do Universo há-de preparar para todos os povos um banquete de manjares suculentos, um banquete de vinhos deliciosos: comida de boa gordura, vinhos puríssimos. Sobre este monte, há-de tirar o véu que cobria todos os povos, o pano que envolvia todas as nações; Ele destruirá a morte para sempre. O Senhor Deus enxugará as lágrimas de todas as faces e fará desaparecer da terra inteira o opróbrio que pesa sobre o seu povo. Porque o Senhor falou. Dir-se-á naquele dia: «Eis o nosso Deus, de quem esperávamos a salvação; é o Senhor, em quem pusemos a nossa confiança. Alegremo-nos e rejubilemos, porque nos salvou. A mão do Senhor pousará sobre este monte».

 

Palavra do Senhor

 

 

 

EVANGELHO                                                  Mt 15, 29-37

 

 

«Jesus cura muitos enfermos e multiplica os pães»

 

Naquele tempo, foi Jesus para junto do mar da Galileia e, subindo ao monte, sentou-Se. Veio ter com Ele uma grande multidão, trazendo coxos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros, que lançavam a seus pés. Ele curou-os, de modo que a multidão ficou admirada, ao ver os mudos a falar, os aleijados a ficar sãos, os coxos a andar e os cegos a ver; e todos davam glória ao Deus de Israel. Então Jesus, chamando a Si os discípulos, disse-lhes: «Tenho pena desta multidão, porque há três dias que estão comigo e não têm que comer. Mas não quero despedi-los em jejum, pois receio que desfaleçam no caminho». Disseram-Lhe os discípulos: «Onde iremos buscar, num deserto, pães suficientes para saciar tão grande multidão?» Jesus perguntou-lhes: «Quantos pães tendes?» Eles responderam-Lhe: «Sete, e alguns peixes pequenos». Jesus ordenou então às pessoas que se sentassem no chão. Depois tomou os sete pães e os peixes e, dando graças, partiu-os e foi-os entregando aos discípulos e os discípulos distribuíram-nos pela multidão. Todos comeram até ficarem saciados. E com os pedaços que sobraram encheram sete cestos.

 

Palavra da salvação

 

 &        I N T E R I O Z A R    A    P A L A V R A

 

 

 A Palavra de Deus hoje, fala-nos de festa, de Banquete.

Isaías compara o Reino de Deus a um banquete. Ontem falava da harmonia dos opostos. E continuamos em Advento.

Juntemos as peças, para “montar” o puzzle hoje:

O Reino de Deus é um banquete. Na verdade, acredito que é muito maior e melhor que estes nupciais que somos convidados a participar. Contudo, para entrarmos num banquete, são necessários alguns passos a considerar: o convite. Ninguém vai para uma festa de outro se não tiver convite. Ora, nós temos o nosso convite feito para essas bodas, no mínimo há 2000 anos…e será que já fomos a este banquete?!

Ir a uma festa, implica necessariamente, uma relação, de alguma amizade ou intimidade com quem convida. É difícil ir a uma festa (banquete) de alguém que não nos é familiar ou querido.

Pois, também aqui devemos perguntar se Jesus é para nós, alguém com quem confiamos tudo, sem medos, nem preocupação daquilo que O levamos, ou se, infelizmente é Alguém que tem passado despercebido na minha vida, ou a Quem tenho dedicado pouco tempo do meu tempo.

Depois, ainda a veste que costumamos caprichar para estas ocasiões.

No nosso caso, enquanto cristãos, essa veste nunca é despida: pois trata-se da nossa veste baptismal, da santidade a que todos somos convidados a seguir e atingir. Mas, não é menos verdade que muitos despiram esta veste, para a substituírem pela capa do mundo!

Os perfumes e restantes acessórios que nos completam a beleza e a aparência, são as boas obras, o carinho e a caridade, os dons do Espírito, o bálsamo do Espírito Santo, que enche e perfuma a vida dos seus crentes. Muitos por certo, entrarão neste reino com as mãos cheias de injustiças, com odor a maldade e sangue nos seus rostos: alguns certamente por terem lutado pelo bem do seu próximo, por amor ao Reino dos Céus,, outros porque nunca descobriram a beleza e a simplicidade deste Reino, e do seu Noivo!

Jesus no Evangelho, fala também do contexto de uma refeição. Continua a manifestar-se como Senhor dos tempos e da Vida, antecede já quase que a sua Ceia Pascal, e convida todos!!!

Nós estávamos lá, a comer daquele pão e daqueles peixes…porém hoje nem aparecemos na Ceia, ás vezes não comemos deste pão, e outras ainda, comemo-lo sem saber o que comemos.

Neste tempo de Advento, que pode ser o teu, procuremos avaliar o nosso tempo, em qualidade, para Deus, e a consciência que temos destas verdades.

 


* às 10:27

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!