www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

31 OUTUBRO XXX TEMPO COMUM - ANO A

LEITURA I                                                Filip. 1, 1-11

 


«Puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo»

 

 

Irmãos: Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, a todos os fiéis de Cristo Jesus que estão em Filipos, com os seus dirigentes e ministros: A graça e a paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo estejam convosco. Dou graças ao meu Deus, todas as vezes que me lembro de vós, e em todas as minhas orações peço sempre por todos com alegria, recordando-me da parte que tomastes na causa do Evangelho, desde o primeiro dia até ao presente. Tenho plena confiança de que Aquele que começou em vós tão boa obra há-de levá-la a bom termo até ao dia de Cristo Jesus. Na verdade, é justo que eu tenha por vós estes sentimentos, porque vos trago no coração, a vós que no meu cativeiro e na defesa e confirmação do Evangelho, participais na graça que me foi concedida. Deus é testemunha de que vos amo a todos no coração de Cristo Jesus. Por isso Lhe peço que a vossa caridade cresça cada vez mais em ciência e discernimento, para que possais distinguir o que é melhor e vos torneis puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo. Assim alcançareis a plenitude dos frutos de justiça que se obtêm por Jesus Cristo, para louvor e glória de Deus.

 

Palavra do Senhor

 

 

EVANGELHO                                                                  Lc. 14, 1-6

 

 

«Se um filho vosso ou um boi cair num poço,

qual de vós não irá logo retirá-lo em dia de sábado?»

 

 

Naquele tempo, Jesus entrou, num sábado, em casa de um dos principais fariseus, para tomar uma refeição. Todos O observavam. Diante d’Ele encontrava-se um hidrópico. Jesus tomou a palavra e disse aos doutores da lei e aos fariseus: «É lícito ou não curar ao sábado?». Mas eles ficaram calados. Então Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e mandou-o embora. Depois disse-lhes: «Se um filho vosso ou um boi cair num poço, qual de vós não irá logo retirá-lo em dia de sábado?». E eles não puderam replicar a estas palavras.

 

Palavra da salvação

 

 

 

&  V I V E R    D A    P A L A V R A

 

Da prisão, Paulo escreve esta carta tão profunda á sua comunidade de Filipos. De facto, o Apóstolo devia estar numa angustia humana, que só poderia encontrar a sua serenidade na própria Paixão de Cristo.

Esta carta começada hoje, tem um sentido cristão muito profundo.

Diríamos, em grosso modo, que poderia muito bem ser o discurso final de Paulo aos seus irmãos na fé, que cresceram pela pregação que Ele fez do Evangelho, e do seu exemplo entre eles.

É hoje, esta carta, uma recomendação também para nós, na medida em que nos deixamos espelhar nestas palavras do Apóstolo: Por isso Lhe peço que a vossa caridade cresça cada vez mais em ciência e discernimento, para que possais distinguir o que é melhor e vos torneis puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo.

Estas frases são qualquer coisa de extraordinário! Crescer na caridade, mas na caridade consciente, em sintonia com Deus, para adquirir recto conhecimento da vontade de Deus.

É o mesmo que Jesus faz, no Evangelho de hoje. Percebeu, como sempre o fés e anunciou, que a grandeza do homem está muito mais além do que a pequenez da letra da lei.

Jesus sente-se incomodado (no bom sentido) com aquele irmão enfermo, e com a crueldade dos fariseus, em verem o mesmo que Ele e não se importarem. Então, irrompe da sua bondade excelsa em grito de liberdade: “…é permitido curar ao sábado?”, quase que o mote de ironia para constatar se os fariseus tinham amolecido o seu coração. Afinal, isso já tinha acontecido em outras vezes, e Jesus não teve medo nenhum. E agora, será que a resposta é positiva?! É silenciosa… Diz o povo, e diz bem: “quem cala, consente”, parece-me, numa visão meramente humana, que eles queriam esta atitude de Jesus, mas estando demasiado presos ao pé da letra, temiam algum castigo, dos homens ou “de Deus”.

E Jesus, que conhece os corações, adianta-se em fazer o que é justo: colocar o homem na sua devida posição: dignifica-o.

Podemos perguntar á nossa vida, dos momentos em que encontramos irmãos nossos presos a tantas enfermidades, no corpo ou no espírito, e nós, tendo (ou podendo conseguir) os modos de os ajudar, como reagimos com isso?!

Encarnamos os actos libertadores de Jesus e avançamos rumo á dignificação destes irmãos, ou ficamos incomodados com isso, mas preferimos não nos cansarmos, como fizeram os fariseus?!

 

 

CONTINUAMOS COM PROBLEMAS TÉCNICOS, QUE EM BREVE ESTARÃO RESOLVIDOS. QUEIRAM ACEITAR AS NOSSAS DESCULPAS, PELA FALTA DAS GRAVAÇÕES.

 

* às 10:26

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!