www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

10 de Outubro- XXVII T.Comum - Ano A

LEITURA I                                             Gal. 3, 7-14

 

 

« Os que vivem segundo a fé,

são abençoados com Abraão, que acreditou»

 

Irmãos: Procurai compreender: Os verdadeiros filhos de Abraão são os que vivem segundo a fé. Tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar os gentios pela fé, anunciou previamente a Abraão esta boa nova: «Em ti serão abençoadas todas as nações». Assim, os que vivem segundo a fé são abençoados com Abraão, que acreditou. Na verdade, os que dependem das obras da Lei de Moisés estão sob a maldição, porque está escrito: «Maldito aquele que não cumpre tudo o que está escrito no Livro da Lei». Além disso, é evidente que diante de Deus, ninguém é justificado pela Lei, porque a Escritura diz: «O justo viverá pela fé». A Lei, porém, não se baseia na fé, porque diz: «Quem cumprir aqueles preceitos viverá por eles». Mas Cristo resgatou-nos da maldição da Lei de Moisés, tornando-Se maldição por amor de nós, como está escrito: «Maldito aquele que é suspenso do madeiro». Assim, por meio de Jesus Cristo, a bênção de Abraão se estendeu-se aos gentios e nós recebemos, pela fé, o Espírito prometido.

 

Palavra do Senhor

 

 

EVANGELHO                                                            Lc. 11, 15-26

 

«Se eu expulso os demónios pelo dedo de Deus,

Então o reini de Deus chegou até vós»

 

 

Naquele tempo, Jesus expulsou um demónio, mas alguns dos presentes disseram: «É por Belzebu, príncipe dos demónios, que Ele expulsa os demónios». Outros, para O experimentarem, pediam-Lhe um sinal do céu. Mas Jesus, que conhecia os seus pensamentos, disse: «Todo o reino dividido contra si mesmo, acaba em ruínas e cairá casa sobre casa. Se Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Vós dizeis que é por Belzebu que Eu expulso os demónios. Ora, se Eu expulso os demónios por Belzebu, por quem os expulsam os vossos discípulos? Por isso eles mesmos serão os vossos juízes. Mas se Eu expulso os demónios pelo dedo de Deus, então quer dizer que o reino de Deus chegou até vós. Quando um homem forte e bem armado guarda o seu palácio, os seus bens estão em segurança. Mas se aparece um mais forte do que ele e o vence, tira-lhe as armas em que confiava e distribui os seus despojos. Quem não está comigo está contra Mim e quem não junta comigo dispersa. Quando o espírito impuro sai do homem, anda a vaguear por lugares desertos à procura de repouso. Como não o encontra, diz consigo: ‘Voltarei para a casa de onde saí’. Quando lá chega, encontra-a varrida e arrumada. Então vai e toma consigo sete espíritos piores do que ele, que entram e se instalam nela. E o último estado daquele homem torna-se pior do que o primeiro».

 

Palavra da salvação

 

 

 

&  V I V E R   DA    P A L A V R A

 

 

Toda a obra realizada, mesmo que em nome de Jesus, se não for movida pela fé, isto é, pelo recto desejo de querer anunciar, com as obras, Jesus Cristo, e o seu Reino, de nada valem.

Na verdade, não é aquilo que fazemos que nos garante a salvação, até porque, se aquilo que faço não é resultado da minha adesão á fé, o que será para nós cristãos? Vanglória?! Capricho?! Se assim o for, então não é obra de fé, nem digna de ser chamada cristã.

A fé supõe um acreditar sem limites, acima e apesar de tudo. Á maneira de Abraão, acreditar sem fronteiras, é possibilitar que esta fé seja partilhada e alcançada por todos, até mesmo os gentios.

Esta ideia está presente no Evangelho. Jesus confronta-se novamente com aqueles “grandes” do seu tempo que pensavam já saber e conhecer tudo, mas que na prática, nada daquilo que faziam e diziam, estava de acordo com aquilo que acreditavam, e que na verdade estava na Torah (livro da Lei dos judeus).

Vem Jesus, que é mais forte do que eles, porque a sua fé e a acção estava de acordo com tudo o que estava escrito antes d’Ele, e os “grandes” esvaíram-se no tempo, fundindo-se na sua própria ignorância acerca da Lei.

Quando procuramos colocar-nos acima da Lei, e de lá de cima “encaixar” a vidas dos outros em leis e ditames, torna-se necessário uma libertação urgente. E isso porquê? Porque estando desta forma, a tendência é para encontrar nos outros protagonismo e vanglória, ser a figura de destaque, e isso leva inevitavelmente á ruína do grupo daqueles que pensam e defendem a mesma coisa, ou seja :”Todo o reino dividido contra si mesmo, entra em ruínas…”

Digamos que, é o mesmo que acontece hoje  com a nossa fé. Recebemos o mesmo Evangelho, e anunciamo-lo de maneira conveniente ás nossas vidas, para não sermos eventualmente apontados como infractores ao Evangelho, ou então, para ficarmos bem diante dos homens.

Esta será a verdadeira fé?

Reflictamos!

 

 

 

²  INTERIORIZAR  A  P A L A V R A   ²

 

´
* às 10:13

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!