www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Quarta-feira, 17 de Setembro de 2008

17 DE SETEMBRO - XXIV TEMPO COMUM - ANO A

LEITURA I                                                1 Cor 12, 31-13,13

 

 

«Agora permanecem a fé, a esperança e a caridade;

Mas a maior de todos é a caridade»

 

Irmãos: Aspirai com ardor aos dons espirituais mais elevados. Vou mostrar-vos um caminho de perfeição que ultrapassa tudo: Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos. se não tiver caridade, sou como bronze que ressoa ou como címbalo que retine. Ainda que eu tenha o dom da profecia e conheça todos os mistérios e toda a ciência, ainda que eu possua a plenitude da fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, nada sou. Ainda que distribua todos os meus bens aos famintos e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada me aproveita. A caridade é paciente, a caridade é benigna; não é invejosa, não é altiva nem orgulhosa; não é inconveniente, não procura o próprio interesse; não se irrita, não guarda ressentimento; não se alegra com a injustiça, mas alegra-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O dom da profecia acabará, o dom das línguas há-de cessar, a ciência desaparecerá; mas a caridade não acaba nunca. De maneira imperfeita conhecemos, de maneira imperfeita profetizamos. Mas quando vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá. Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Mas quando me fiz homem, deixei o que era infantil. Agora vemos como num espelho e de maneira confusa, depois, veremos face a face. Agora, conheço de maneira imperfeita; depois, conhecerei como sou conhecido. Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e a caridade; mas a maior de todas é a caridade.

 

Palavra do Senhor

 

 

 

EVANGELHO                                                      Lc 7, 31-35

 

«A Sabedoria é justificada por todos os seus filhos»

 

 

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «A quem hei-de comparar os homens desta geração? Com quem se parecem? São como as crianças, que, sentadas na praça, falam umas com as outras, dizendo: ‘Tocámos flauta para vós e não dançastes, entoámos lamentações e não chorastes’. Porque veio João Baptista, que não comia nem bebia vinho, e vós dizeis: ‘Tem o demónio com ele’. Veio o Filho do homem, que come e bebe, e vós dizeis: ‘É um glutão e um ébrio, amigo de publicanos e pecadores’. Mas a Sabedoria é justificada por todos os seus filhos».

 

Palavra da salvação

 

&  V I V E R   DA    P A L A V R A

 

A carta magna para a vida prática dos cristãos é-nos hoje apresentada por Paulo na carta aos Coríntios.

Nas nossas relações uns com os outros, poucas vezes damos lugar aos gestos e atitudes cristãs, preferindo a resposta simplesmente humana, mas hoje Paulo convida-nos a irmãos mais longe que aquilo que a sociedade espera, começando já pela nossa casa e pelas nossa comunidades cristãs.

A medida que usamos muitas vezes uns com os outros é a medida humana: “Faz par te fazerem”…Jesus ensina-nos a “Fazermos aquilo que queremos que nos façam”…é o sentido pleno daquela expressão que Ele um dia nos disse “Se vos derem na face, dai a outra face…”, isto é, se perante uma situação da vida a resposta dos homens é esta, responde de maneira mais crescida, faz mais do que os homens esperam para este caso…

Paulo nesta linda carta expressa esse sentir quando diz: A caridade é paciente, a caridade é benigna; não é invejosa, não é altiva nem orgulhosa; não é inconveniente, não procura o próprio interesse; não se irrita, não guarda ressentimento; não se alegra com a injustiça, mas alegra-se com a verdade; e aqui já percebemos que quan do nos sentimos movidos por algum destes sentimentos, estamos no caminho oposto ao Evangelho.

Então como fazer? Como saber? Ele continua, dando-nos a resposta: (…) tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta! É a resposta a dar sempre nas nossas vidas: tudo desculpar, em todas as situações esperar, em tudo o que nos aconteça, suportar…sutentado-nos na fé firme em Jesus, pois a caridade tudo crê.

 

 

 

²  INTERIORIZAR  A  P A L A V R A   ²

 


* às 10:13

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!