www.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.wswww.bigoo.ws




DIA 24 DEZEMBRO PELAS 21H LOCAIS (1h a mais no Continente português e Madeira), MISSA DO GALO, EM DIRECTO DA IGREJA DO MONTE, NA CANDELÁRIA DO PICO. ACOMPANHE-NOS EM www.montetabor.blogs.sapo.pt
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

14 Fevereiro - S.Cirilo e S.Metódio (F) I Quaresma

I Leitura: Ester (Est 4, 17)

Ester enfrenta seu esposo

 

Naqueles dias, 17na rainha Ester, temendo o perigo de morte que se aproximava, buscou refúgio no Senhor. 17p"Prostrou-se por terra desde a manhã até ao anoitecer, juntamente com suas servas, e disse: 17q"Deus de Abraão, Deus de Isaac e Deus de Jacó, tu és bendito. Vem em meu socorro, pois estou só e não tenho outro defensor fora de ti, Senhor, 17rpois eu mesma me expus ao perigo.

 

17aaSenhor, eu ouvi, dos livros de meus antepassados, que tu libertas, Senhor, até o fim, todos os que te são caros. 17bbAgora, pois, ajuda-me, a mim que estou sozinha e não tenho mais ninguém senão a ti, Senhor meu Deus.

 

17ggVem, pois, em auxílio de minha orfandade. Põe em meus lábios um discurso atraente, quando eu estiver diante do leão, e muda o seu coração para que odeie aquele que nos ataca, para quê este pereça com todos os seus cúmplices. 17hhE livra-nos da mão de nossos inimigos. Transforma nosso luto em alegria e nossas dores em bem-estar.”

 

 

 

 

Evangelho: Mateus (Mt 7, 7-12)

Princípio básico da oração

 

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7"Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! 8Pois todo aquele que pede, recebe; quem procura, encontra; e a quem bate, a porta será aberta. 9Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão? 10Ou lhe dá uma cobra, quando ele pede um peixe? 11Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem! 12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a lei e os profetas".

 

 

 

A PALAVRA HOJE

O PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS DÁ COISAS BOAS

 

Jesus convida-nos a termos confiança em Deus quando rezamos, porque é um Pai bondoso que não se aproveita da ingenuidade dos seus filhos, os quais podem também não estar sempre em condições de distinguir um peixe de uma serpente, um pão de uma pedra.

Na oaração, por vezes, também somos como bebes desprevenidos que não sabem o que pedir, porque não estão em condições de reconhecer o seu verdadeiro bem.

Deus Pai que conhece bem tudo aquilo que precisamos, acolhe a nossa oração, não porque não quer ser perturbado – como o juiz iníquo da parábola (Cf.Mt.6,25-34) – mas, porque deseja dar-nos “coisas boas”, úteis para a minha vida.

Por isso a nossa oração deve estar impregnada da profunda certeza de que o Pai me dará, me abrirá, me levará a encontrar; dever ser inspirada, como a oração de Jesus, por uma grande confiança em Deus Pai («Pai, dou-te graças por me teres atendido. Eu já sábia que sempre me atendes…» - Jo.11,41-42).

P€osso dizer que a minha oração é filial, inspirada por esta confiança em Deus?

 

 

São Cirilo e São Metódio (Festa)

 

A Igreja uniu numa só comemoração os que de fato foram irmãos de sangue, de fé e de vocação apostólica até a morte. Assim reza a oração da missa: "Õ Deus, pelos dois irmãos, Cirilo e Metódio, levastes a luz do Evangelho aos povos eslavos; dai-nos acolher no coração a vossa palavra".

 

Nasceram na Macedônia, Grécia. Metódio, nascido em 815, ainda muito jovem, foi nomeado governador da província da Macedônia inferior, onde se estabeleciam os eslavos. Cirilo, nascido em 826, ainda rapaz de 14 anos, foi acolhido pelo chanceler imperial e levado a Constantinopla, capital do Império Bizantino, para completar seus estudos. Depois de formado, lecionou filosofia e desenvolveu missão diplomática junto aos árabes.

 

Metódio abandonou a carreira administrativa e se fez monge, com trinta e oito anos de idade. Cirilo, anos mais tarde, juntou-se ao irmão.

 

A missão apostólica dos dois irmãos começou em 861. O príncipe da Moravia enviou uma embaixada a Constantinopla solicitando missionários para a conversão dos povos eslavos. Cirilo e Metódio tinham aprendido a língua eslava com imigrantes, durante a mocidade. Foram eles os designados para tal missão.

 

Os dois tiveram grande sensibilidade para com os valores culturais do povo: traduziram para a língua eslava a Sagrada Escritura e os textos litúrgicos, assim como adaptaram os ritos à cultura eslava. Assim o povo podia cantar, rezar e ler em sua própria língua, como  também expressar-se com ritos mais significativos e próprios (realizando a reforma litúrgica, o Concílio Vaticano II fez o que eles fizeram naquela época para os povos eslavos).

 

Esta sábia adaptação causou, porém, os maiores dissabores aos missionários. Até então, a língua oficial na liturgia era a grega ou a latina. Havia muitos padres e missionários que se opunham à inovação de Cirilo e Metódio. Julgavam erroneamente que a unidade da Igreja Católica se quebraria pelo fato de um povo participar da liturgia oficial numa língua que não o latim ou o grego, e com ritos apropriados à sua cultura.

 

Os dois viajaram para Roma. O papa apoiou o trabalho deles e os incentivou. Autorizou o uso da língua eslava na liturgia com o povo. Os livros em eslavo, traduzidos pelos missionários, foram abençoados pelo papa e colocados oficialmente sobre o altar da basílica de Santa Maria Maior.

 

Cirilo já viera doente da missão. O papa quis sagrá-lo bispo, mas não foi possível, pois sua doença agravou-se e acabou falecendo em Roma com quarenta e dois anos de idade. Metódio foi ordenado sacerdote e celebrou sua primeira missa em rito eslavo com três outros companheiros. Voltou para seu campo de apostolado com os títulos de "missionário apostólico eslavo" e "legado pontifício".

 

"Numa segunda viagem a Roma, em 869, foi nomeado arcebispo de Sírmio. Dez anos depois teve de voltar a Roma para defender-se mais uma vez dos seus acusadores. Novamente o papa endossou seus métodos e trabalhos. Faleceu em 884. A atividade dos dois irmãos apóstolos dos eslavos foi e continua sendo muito significativa: além de procurarem, por todos os meios, adaptar a evangelização à cultura do povo, representaram também o elo de união entre as assim chamadas Igreja Ocidental e Igreja Oriental, que lamentavelmente iriam se separar com o decorrer do tempo.

 

O Papa João Paulo II proclamou-os patronos da Europa junto com São Bento.

 

Oração do Dia

 Dai-nos, ó Deus, pensar sempre o que é reto e realizá-lo com solicitude. E, como só podemos existir em vós, fazei-nos viver segundo a vossa vontade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

* às 09:55

Copyright © 2007 XtoPalavra / Todos os direitos reservados

DIOCESE DE ANGRA

Portugal - Açores

 



+Liturgia desta semana

+ Fidelidade ao Evangelho -...

+ A pessoa é o mais importa...

+ SOLENIDADE DE TODOS OS SA...

+ SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO ...

+ SANTÍSSIMA TRINDADE - ANO...

+ O MESSIAS - 6ª feira IX T...

   

Facebook   MySpace     Twitter

 

     

You Tube   Newsletter     CEP

 

    

    Hi5      Messenger   Picassa

 

         

  Ajuda          RSS      Rádio XTO



<p style="text-align: center"><img style="border-left-color: black; border-bottom-color: black; width: 127px; border-top-color: black; height: 52px; border-right-color: black" height="58" width="159" border="0" alt="" src="http://fotos.sapo.pt:80/30u74ZmEU3rEKLHpw4Gu/s320x240" /></p>

3D Imenu in blue Preview





Recebemos este

presente, recomendado

por Ecclesia Dei.

Obrigado João,

Deus lhe abençõe!